Central Data Catalog

Citation Information

Type Thesis or Dissertation
Title Políticas Públicas e desenvolvimento da Agricultura na Ilha de Santiago-Cabo Verde
Author(s)
Publication (Day/Month/Year) 2010
URL http://193.136.21.50/bitstream/10961/82/1/2010 Nélida teresa silva rodrigues.pdf
Abstract
O presente trabalho tem por objetivo analisar as políticas públicas direcionadas ao
desenvolvimento do setor agrícola em Cabo Verde, mais concretamente na Ilha de Santiago.
Devido, principalmente, às condições climáticas o setor agrícola sempre sofreu com alguns
constrangimentos tanto no que se refere aos recursos naturais como também pela sua fraca
base produtiva. A agricultura em Cabo Verde é marcada pela extrema dependência das
chuvas, que são fracas e mal distribuídas no tempo e no espaço. Deste modo, isso acaba por se
tornar um grave problema para o país, na medida em que a produção agrícola, por depender
basicamente das chuvas, não garante a segurança alimentar da população. Em face disso, o
governo cabo-verdiano nos últimos anos vem desenvolvendo alguns esforços na criação de
alguns programas e planos de ação dirigidos ao desenvolvimento desse setor visando reduzir e
acabar com os problemas que esse setor enfrenta devido às suas características peculiares.
Para a realização deste trabalho, foram realizados 67 questionários com questões abertas e
fechadas, dos quais 60 foram dirigidos aos agricultores e 7 aos atores governamentais ligados
à questão agrícola no país. A técnica de tratamento dos dados utilizada para se alcançar os
objetivos da pesquisa foi a análise de conteúdo. As conclusões do trabalho revelam que apesar
de todos os esforços empreendidos pelo governo na criação de políticas públicas destinadas ao
desenvolvimento desse setor, que este ainda não consegue desempenhar com plenitude todas
as funções que lhe são conferidas no processo de desenvolvimento econômico. Essas
políticas, por intermédio de alguns programas do governo destinados a esse setor beneficiam
esse setor e repercutem positivamente nas condições de vida de uma pequena parcela das
populações rurais, mas sabe-se que ainda há muito a se fazer para que essas melhorias não
atinjam só um pequeno grupo de agricultores, mas os agricultores na sua totalidade.

Related studies

»