Central Data Catalog

Citation Information

Type Working Paper
Title Impactos da Previdência Social Sobre a Pobreza
Author(s)
Publication (Day/Month/Year) 2005
URL http://200.9.3.103/celade/noticias/paginas/4/23004/EBasso_d.pdf
Abstract
Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2003 nos permitem estimar a quantidade de pessoas com renda domiciliar per capita abaixo de meio salário mínimo, conforme se inclui ou exclui a renda previdenciária. Esta é uma das formas de estimar o impacto que o pagamento de benefícios pela Previdência Social2 tem sobre a pobreza, em se adotando como determinante de condição de pobreza – ou “linha de pobreza” – a percepção de rendimentos abaixo do limite mencionado, de meio salário mínimo. Seguindo este critério, estima-se, para 2003, em 53,97 milhões a quantidade de pessoas em condição de pobreza considerando rendas de todas as fontes; excluindo rendas advindas de recebimento de benefícios pagos pela Previdência Social, esta quantidade de ‘pobres’ seria de 74,27 milhões, o que significa dizer que o pagamento de benefícios pela Previdência Social estaria retirando da condição de pobreza cerca de 20,3 milhões de indivíduos3.

Related studies

»